Empresas Pet, Gestão de Empresas, Marketing Digital, Negócios & Feiras

Vale a pena ter um e-commerce pet?

Muitos empreendedores se perguntam se vale a pena ter um e-commerce pet ou se é melhor seguir vendendo em um espaço físico ou pessoalmente. Afinal, quais seriam as vantagens de uma loja virtual de produtos e serviços para animais de estimação?

Os números do e-commerce no Brasil seguem crescendo, apesar da crise econômica. Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico, o setor espera faturar R$ 59,9 bilhões em 2017, 12% a mais do que no ano anterior.

As estatísticas refletem, entre outros fatores, mudanças de comportamento de muitos consumidores. A comodidade da compra on-line é um dos principais atrativos para os clientes, que, além não precisar sair de casa, podem, com poucos cliques, comparar diversos produtos e serviços pet.

Além de atender a essas novas demandas, empreendedores pet que investem em e-commerce se beneficiam de uma série de facilidades. Confira:

1- Baixos custos

Um dos principais custos para quem tem um pet shop, por exemplo, é o aluguel da loja. A manutenção constante do espaço físico também gera gastos que, no fim do mês, fazem muita diferença. Ao investir em um e-commerce pet, por outro lado, você só precisa se preocupar com o lugar para estocagem. Dependendo do porte do seu negócio, pode ser até mesmo um cômodo da sua residência.

2- Funcionamento 24h por dia

O e-commerce pet possibilita que seu negócio receba pedidos a qualquer momento. Com isso, diversos consumidores que não poderiam ir à loja física, por incompatibilidade de horários, têm a oportunidade de comprar o que você vende.

3- Independência de feiras e eventos

Muitos empreendedores do mercado pet oferecem seus produtos apenas em feiras. Esta situação traz diversos empecilhos ao negócio, pois as vendas acabam sendo muito irregulares. Em várias ocasiões, o empresário perde a viagem, ao gastar dinheiro com o deslocamento e permanência em um local onde há pouca gente interessada em comprar. Quem tem um e-commerce pet, por outro lado, continua podendo participar de eventos para divulgar sua empresa, mas deixa de depender deles.

4- Promoções mais eficientes

Lojas virtuais oferecem muito mais elasticidade para fazer promoções. É possível, por exemplo, criar ofertas relâmpago, divulgadas nas redes sociais e por e-mail marketing. Dessa forma, você gera engajamento e aumenta a percepção da sua marca. O e-commerce também permite que você colete dados dos clientes muito mais facilmente. Com essas informações, fica fácil oferecer descontos especiais para determinados consumidores, baseando-se nas preferências deles.

5- Facilidade para criar seu e-commerce pet

Não é preciso ser um expert em informática ou contratar um desenvolvedor profissional para criar sua loja virtual. Existem diversos sites, como o Mercado Livre e até o próprio Facebook, que permitem a venda de produtos por qualquer pessoa.

Aqui na Adorável Criatura, estamos desenvolvendo uma plataforma totalmente pensada para o e-commerce pet. Nela, o empreendedor terá todas as facilidades para mostrar seus produtos e serviços e divulgá-los para seu público-alvo.

Fique ligado no nosso blog e redes sociais para mais novidades!

Read More...

Empresas Pet, Marketing Digital, Redes Sociais

Quando impulsionar posts no seu Facebook pet?

Impulsionar posts pode fazer sua empresa pet ganhar muitos fãs e ter mais engajamento no Facebook, mas nem sempre é uma boa ideia. Como os recursos de qualquer negócio são limitados, é preciso pensar bem antes de pagar para que uma postagem tenha mais alcance.

Uma boa estratégia de marketing digital leva em consideração o retorno que cada decisão pode gerar para a empresa. Por isso, antes de começar a impulsionar posts, o ideal é entender como esse investimento se encaixa no seu planejamento. Para ajudar você nessa tarefa, preparamos algumas dicas. Confira:

  1. Defina seu público-alvo
  2. Toda empresa pet tem um público-alvo, ou seja, alguns tipos ideais de possíveis clientes. Por exemplo, um pet shop costuma ter, na sua definição de público-alvo, donos de cachorros e gatos que moram em determinada região, têm certo poder aquisitivo e estão dispostos a gastar dinheiro com o bem-estar de seus animais.

    Definir precisamente o público-alvo da sua empresa pet é fundamental não apenas para saber quando impulsionar posts. Todo o marketing digital depende disso. A partir desse conceito é que você poderá orientar bem a comunicação do seu negócio. Isso inclui o planejamento de redes sociais, como o Facebook.

  3. Entenda as necessidades do seu público
  4. Oferecer conteúdo relevante deve ser a base da sua estratégia de marketing digital. Para isso, você precisa estar em sintonia com seu público-alvo. Quais são as preocupações dos seus clientes em relação a seus pets? Quais são suas principais dúvidas? Como você pode ajudar essas pessoas compartilhando conhecimento?

    Se você não procurar compreender as necessidades de seus potenciais clientes, acabará criando postagens pouco interessantes para eles. Mesmo que, ao impulsionar posts, você atraia muita gente, essas pessoas não necessariamente estarão interessadas nos seus produtos e serviços.

    Quando impulsionar posts no seu Facebook pet

  5. Aprenda a linguagem do seu público
  6. Em nosso dia a dia, utilizamos diversas formas de linguagem para conversar. Em alguns ambientes, falamos ou escrevemos de maneira mais formal, em outros, adotamos um tom mais descontraído. Às vezes, é preciso usar um vocabulário mais técnico, enquanto, em outros casos, vale mais a pena simplificar as ideias para que as pessoas as entendam melhor.

    Tudo isso é também é válido para a comunicação digital do seu negócio pet. Por exemplo, se você vende equipamentos para veterinários ou produtos para pet shops, faz sentido usar um tom mais formal nos posts. Por outro lado, se sua empresa vende diretamente para os donos de pets, você tem mais espaço para criar postagens descontraídas.

    É claro que tudo depende do bom senso. Um negócio pet que preste serviços funerários sempre terá de adotar uma linguagem mais contida, já que trata de um tema delicado. O ideal é testar diferentes tipos de postagens e avaliar as reações a cada um. Dessa forma, quando for impulsionar posts, você saberá que linguagem usar para atrair seu público-alvo.

  7. Explore os grupos antes de impulsionar posts
  8. Muitos empreendedores pet acreditam que impulsionar posts é a única maneira de conseguir mais fãs ou engajamento no Facebook. Isso não é verdade. Embora seja cada vez mais difícil obter alcance orgânico na rede social, os grupos ainda oferecem boas chances de falar gratuitamente para muitas pessoas.

    Leia também: Grupos do Facebook: como divulgar sua empresa pet

    Ao compartilhar suas postagens nos grupos certos do Facebook, você tem grandes chances de atrair novos fãs e visitantes para seu site ou blog. Isso não quer dizer que sua empresa nunca deva impulsionar posts, mas que, em muitas ocasiões, esse gasto pode ser evitado.

  9. Defina seus objetivos antes de impulsionar posts
  10. Se você conhece bem seus potenciais clientes e já explorou ao máximo os grupos do Facebook, pode ser a hora de começar a impulsionar posts. Antes, no entanto, é fundamental traçar algumas metas. Dessa forma, é possível avaliar, posteriormente, o retorno desse investimento.

    Pense em como a postagem que você pretende impulsionar pode gerar retorno para sua empresa. Se o post for uma promoção, estabeleça um número mínimo de pessoas que você gostaria que participassem. Se você quiser apenas reforçar a presença da sua marca, trace uma quantidade ideal de interações a serem obtidas.

    Se usado de forma consciente, o impulsionamento de posts pode contribuir muito para sua estratégia de marketing digital. Fique ligado no blog da Adorável Criatura para aprender, passo a passo, como usar este recurso.

Read More...

Empresas Pet, Gestão de Empresas, Marketing Digital

Por que divulgar sua empresa pet na internet?

Construir um negócio de sucesso no mercado de animais de estimação é o sonho de muitos empreendedores. Apesar de haver inúmeras oportunidades nesta área, a concorrência também é grande. Divulgar sua empresa pet na internet é essencial para atrair o máximo de clientes e se diferenciar dos competidores. Confira alguns benefícios:

  1. Mais clientes em potencial
  2. Grande parte dos empreendedores pet acha que o boca a boca é uma boa forma de divulgação. Um dos grandes problemas desta crença é que você não tem como prever a velocidade com que sua empresa ganhará fama. Alguns clientes podem adorar seus produtos e serviços, mas não ter conhecidos para quem indica-los, por exemplo.

    O mais comum é que esse crescimento da clientela seja muito lento e não gere o retorno esperado pelo empresário. Divulgar sua empresa pet on-line, por outro lado, permite que você atinja um público ilimitado. Com a estratégia correta, é possível tonar seu negócio conhecido por um grande número de pessoas em pouco tempo.

  3. Segmentação do público
  4. Nenhum negócio tem como público-alvo todas as pessoas. Se você produz alimentos para cachorros, não adianta divulgar sua empresa pet para donos de gatos. Ao promover sua marca na internet, é possível segmentar a audiência, tornando o processo mais eficiente.

    Essa segmentação do público ocorre de duas formas principais. A primeira é por meio das palavras-chave usadas no site ou blog da sua empresa. Você pode, por exemplo, estruturar suas páginas on-line ao redor de termos como “clínica veterinária no Rio de Janeiro”. Com isso, quem encontrar o seu site a partir de uma busca no Google já estará procurando justamente o serviço oferecido.

    A segunda forma de segmentar o público é ao fazer anúncios. Se nas mídias tradicionais (como jornais e TV) você paga sem saber muito bem quem irá atingir, na internet é diferente. A tecnologia permite que suas propagandas apareçam para grupos demográficos bem específicos. É possível divulgar sua empresa pet para mulheres entre 20 e 30 anos, que morem em São Paulo e se interessem por gatos, por exemplo.

  5. Gastos mais eficientes
  6. Grande parte da divulgação on-line da sua empresa pet pode ser feita gratuitamente. Com estudo e dedicação, é possível atrair muitos clientes sem gastar nada. No entanto, eventualmente vale a pena investir em propaganda na internet, seja para incrementar seu alcance, seja para fazer uma promoção especial.

    Neste ponto, os gastos com publicidade são muito mais eficientes do que os da mídia tradicional. Além da segmentação, que comentamos no ponto anterior, outro fator contribui para isso. Grande parte dos anúncios feitos na internet só é cobrada por clique. Ou seja, você só paga quando alguém realmente entra no seu site ou blog.

  7. Mais chances de fidelizar os clientes
  8. É muito mais barato fidelizar um cliente do que conquistar um novo. A fidelização é um processo que passa pela satisfação do freguês tanto com a compra quanto com o atendimento. A pessoa precisa se sentir valorizada para se tornar fiel à marca.

    Divulgar sua empresa pet na internet pode contribuir muito para este relacionamento. Em seu blog ou redes sociais, você tem a chance de oferecer conteúdo útil e interessante para seus clientes. O site de um pet shop, por exemplo, pode tirar dúvidas sobre a frequência de banhos e tosas.

    Postagens deste tipo também podem ser enviadas por e-mail, garantindo que seus clientes vejam sua empresa pet como uma parceira. Com o tempo, essas pessoas tendem não apenas a se fidelizar como a se tornar promotoras espontâneas da sua marca.

Como divulgar sua empresa pet na internet?

Se você quer saber mais sobre como entrar no mundo virtual com sua empresa pet, confira esta matéria que preparamos. Nela, abordamos alguns pontos básicos sobre divulgação on-line. É uma ótima forma de você começar a se informar para planejar sua estratégia de comunicação.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing. Aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Empresas Pet, Marketing Digital, SEO

Como promover seu negócio pet na internet

A cada dia, promover seu negócio pet na internet é mais necessário. Hoje, aparecer on-line para o público certo é um pilar fundamental do plano de marketing de qualquer empresa do segmento de animais de estimação. Por isso, preparamos algumas dicas para você começar a divulgar seus produtos e serviços na rede. Confira:

Otimize seu site para buscadores (SEO)

Se você já possui um site ou blog para sua empresa, precisa começar a implementar boas práticas de SEO. Dessa forma, é possível melhorar gratuitamente seu ranking em buscas do Google e outros sites de pesquisa. Estar na primeira página de resultados para determinadas palavras-chave pode ser o diferencial que falta para seu negócio pet na internet.

O SEO engloba todos os aspectos de uma página on-line, desde o conteúdo até questões técnicas. Um dos pontos mais importantes envolve as palavras-chave mais relevantes para seu público-alvo. São elas que você deverá utilizar nos textos publicados em seu site. A ferramenta mais popular para fazer este tipo de consulta é o Google Keyword Planner, que indica o volume mensal de pesquisas para qualquer termo que você escolher.

Invista em Google Adwords

Se você estiver disposto a investir algum dinheiro na divulgação do seu negócio pet na internet, pode começar a pensar em Google Adwords. Essa ferramenta permite que a empresa pague para aparecer na primeira página de resultados de busca, de acordo com as palavras-chave escolhidas.

A partir de uma consulta no Google Keyword Planner, é possível verificar os valores cobrados para cada palavra-chave. Quanto maior for o volume mensal de buscas, maior será o preço daquele termo. Se você escolher uma palavra-chave muito geral, como “pet shop”, provavelmente pagará mais do que se especificar um pouco mais, com “pet shop no centro de São Paulo”, por exemplo.

De acordo com o orçamento disponível, o Google ajuda seu negócio pet a formatar uma campanha. A melhor parte é que você só é cobrado quando alguém clica no link. Ou seja, o custo está ligado à efetividade do anúncio.

Use os grupos do Facebook

O Facebook dificulta cada vez mais a divulgação orgânica (gratuita) de marcas e empresas. Hoje, para aparecer no Feed de Notícias de seus fãs sem investir em anúncios, você precisa vencer uma concorrência muito grande. Mas ainda existe uma boa alternativa dentro da rede social.

Os grupos do Facebook são ambientes mais favoráveis à divulgação do seu negócio pet na internet. Neles você encontra pessoas interessadas em animais de estimação e em todo tipo de serviços para pets. Em alguns grupos, já é possível até mesmo fazer vendas diretas. Se você ficou curioso para saber mais, confira este post.

Crie um perfil na Adorável Criatura

A Adorável Criatura é um guia colaborativo de consumo pet. O objetivo da plataforma é aproximar donos de animais e empresários deste segmento, como donos de pet shop, veterinários, donos de hotéis, tosadores, passeadores (dog walkers) etc.

O ambiente virtual da Adorável Criatura permite que negócios pet divulguem seu trabalho gratuitamente e sejam encontrados por tutores interessados em seus produtos e serviços. Tudo com comodidade, transparência e segurança.

Como a Adorável Criatura ajuda a promover meu negócio pet na internet?

As páginas de negócios pet registrados na Adorável Criatura contêm um espaço para a descrição das atividades da empresa, imagens, links para as redes sociais e informações sobre animais atendidos, faixa de preço e horário de funcionamento, além de serem integradas ao Google Maps.

O registro é rápido é fácil. Qualquer dúvida, basta colocar aqui embaixo, nos comentários, ou enviar uma mensagem para a gente.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing. Aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Empresas Pet, Marketing Digital, Redes Sociais

Grupos do Facebook: como divulgar sua empresa pet

Compartilhar postagens em grupos do Facebook é uma prática que pode gerar ótimos resultados para clínicas veterinárias, adestradores, empresas de petiscos ou qualquer outro negócio pet. Com as frequentes mudanças no Feed de Notícias da rede social, encontrar formas gratuitas de alcançar um público maior é fundamental para qualquer negócio pet.

Reunindo pessoas interessadas em assuntos específicos, os grupos do Facebook são os ambientes ideais para divulgar conteúdo direcionado.  Confira algumas dicas para aproveitar ao máximo este recurso:

Identifique os grupos mais importantes para sua empresa

O primeiro passo é identificar e entrar nos principais grupos do Facebook de pessoas apaixonadas por cães, gatos ou quaisquer outros bichinhos que você atenda. Em grupos muito grandes, normalmente há membros de todas as regiões do Brasil. Por isso, é provável que alguns deles morem na cidade em que fica sua empresa pet.

A etapa seguinte é refinar a sua busca. Procure por grupos menores, porém de pessoas do seu estado e cidade, que sejam interessadas em animais de estimação. Embora às vezes essas comunidades sejam pequenas, seus integrantes costumam ser muito ligados aos seus pets, o que pode facilitar a divulgação do seu negócio.

Fique atento às regras dos grupos do Facebook

O Facebook permite que cada grupo se organize a partir de regras próprias. Em alguns, é possível vender produtos e divulgar serviços. Em outros, não se pode fazer qualquer divulgação de empresas. Por isso, leia com atenção os termos de uso antes de compartilhar seu conteúdo.

Em grupos mais abertos, você pode, eventualmente, compartilhar mensagens mais institucionais, claramente ligadas à sua empresa. Em comunidades com regras mais restritivas, por outro lado, uma alternativa é postar fotos, vídeos e memes engraçados, publicações com alto poder de trazer mais curtidas para sua página.

Normalmente, o criador do grupo deixa claras as regras em uma publicação fixada, no topo da página. Caso não encontre essa postagem, veja o que as pessoas normalmente compartilham na comunidade. Na dúvida, entre em contato com um dos administradores dela para se informar a respeito.

Cuidado com bloqueios por excesso de compartilhamento

O Facebook pune o que ele considera SPAM ou comportamento inconveniente. Por isso, quando você compartilha em muitos grupos seguidamente, seu perfil pode ser bloqueado temporariamente.

O Facebook costuma mostrar um aviso antes de fazer o bloqueio. Em geral, isto acontece quando você passa muito de 20 compartilhamentos seguidos da mesma postagem, mas esse padrão pode variar bastante. Caso receba a advertência, pare imediatamente e espere algumas horas antes de continuar a postar em grupos.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing e aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Empresas Pet, Gestão de Empresas, Marketing Digital

Medicina veterinária na web: dicas de planejamento

Com o advento da internet no cotidiano da sociedade, vivemos uma época em que o real e o virtual entram em conflito diariamente. Em função dessa situação, ora negativa, ora positiva, os profissionais da medicina veterinária devem estar atentos às tendências.

Algo que considero muito importante é o conceito de exposição de imagem por parte das instituições, profissionais, estabelecimentos e marcas. O mundo virtual é o reflexo e a extensão da realidade física de cada empresa, porém, com alguns pontos diferenciais importantes:

Alcance

Não existem limites geográficos para a imagem da sua clínica ou serviço especializado. Dentro da sua estratégia de promoção, você pode atingir qualquer cliente em potencial. Porém, esteja atento para que os esforços direcionados sejam realmente adequados às suas limitações de atendimento. Haverá um número maior de pessoas interessadas em saber quem é você, o que você pode oferecer para os animais delas e como é o seu mix de produtos disponíveis.

Leia também: Como melhorar a gestão de sua clínica veterinária

Segurança

Para os que se interessarem no universo do e-commerce, é importante contar com uma plataforma que garanta a tranquilidade dos clientes. As pessoas buscam segurança em suas transações eletrônicas e não querem ter os problemas causados por hackers e sites vulneráveis.

Logística

Atuar no universo virtual exige planejamento e investimento em logística, pense muito bem na oferta, entrega dos produtos e na prestação de serviços. Isso é necessário para que prazos e compromissos sejam honrados. Desde a compra de produtos para animais de estimação até o agendamento de um atendimento domiciliar via web, tudo deve ser estudado previamente. Dessa forma, é possível conhecer, com segurança, sua capacidade de entrega e a viabilidade de cada procedimento.

Profissionais da medicina veterinária têm muitas oportunidades de negócios na internet

Responsividade

Nada é pior na internet do que falta de atendimento ou demora na hora de responder as solicitações. O cliente que está na web espera conectividade em seu maior grau, essa é a característica básica do ambiente virtual. Não responder ao seu cliente e às suas demandas é prejudicar a imagem da empresa como um todo.

Tempo

O tempo é uma grandeza que foi completamente modificada no universo virtual. Na web, não há começo, meio e fim. A informação, a conectividade, a interação, o questionamento, a exposição e a visibilidade acontecem 24 horas por dia. Isso demanda um complexo planejamento para que você seja capaz de atender a todas estas demandas, em um espaço de tempo menor do que no ambiente offline.

Medicina veterinária na internet

Uma última dica para todos os colegas veterinários que usam a internet para promover suas carreiras e estabelecimentos: lembrem-se, sempre, de que a interface web é apenas a extensão de seu mundo real. Cuidado com exposições e comentários que possam ferir a ética profissional, com discussões acaloradas com clientes e com posturas de imprudência, imperícia e negligência técnica.

Consultas on-line são uma afronta ao exercício da medicina veterinária. Existe uma tênue linha entre a orientação em um site de animais de estimação, em seções como “Pergunte ao Dr. Vet”, e a consulta propriamente dita. Como abrir mão do diagnóstico, do exame físico, da anamnese presencial?

Quando vocês lerem em alguma revista ou periódico a frase “ não existem limites no ambiente virtual”, tenham senso crítico. Eles existem, sim, mas devem ser melhor gerenciados. E acredite, o mundo virtual abre muitas portas no mundo real, desde que você pratique os cuidados citados aqui. Muitas oportunidade podem surgir. Por exemplo, como vocês acham que estou aqui escrevendo para o blog da Adorável Criatura? Pense nisso…

Read More...

Empresas Pet, Marketing Digital

WhatsApp para empresas pet: 5 boas práticas

Quantas pessoas que você conhece não têm WhatsApp? O aplicativo já é parte do cotidiano de 100 milhões de brasileiros, que, por meio dele, comunicam-se com suas famílias, amigos e colegas de trabalho. Mas o WhatsApp também oferece grandes oportunidades de negócios, especialmente para o mercado pet.

Em um segmento onde boas experiências de compra são tão importantes, ter acesso direto aos clientes representa um passo importante para fidelizá-los. Por isso, é preciso saber como integrar o WhatsApp à sua estratégia de marketing digital. Confira as dicas que preparamos:

1 – Crie um número exclusivo para a empresa

Misturar sua vida pessoal com suas atividades profissionais pode dificultar o gerenciamento da sua empresa. Por isso, o ideal é ter um WhatsApp exclusivo para o seu negócio. Dessa forma, você poderá administrar melhor sua lista de clientes e estabelecer horários de trabalho. Ou seja, quando estiver fora do expediente, basta desligar a internet do celular.

A grande dificuldade relacionada a essa dica é o fato de o aplicativo não permitir duas contas diferentes no mesmo smartphone, mesmo que o aparelho tenha mais de um chip. Para criar um WhatsApp empresarial, então, você precisará de outro celular.

Procure pensar nesse entrave como uma oportunidade. Ter um aparelho totalmente dedicado à empresa ajudará você a se organizar melhor. Por exemplo, sua galeria contará apenas com imagens e vídeos a serem enviados para os clientes. Você também poderá usar esse smartphone como uma ferramenta para aumentar sua produtividade, baixando, por exemplo, aplicativos de agendamento de posts em redes sociais.

2 – Não confunda informalidade com intimidade

Ter uma relação agradável com os clientes é algo muito positivo. Porém, o excesso de proximidade pode causar situações desagradáveis. As conversas no WhatsApp são mais informais do que em outras plataformas, entretanto, é preciso ter sempre em mente que todo contato profissional pede um distanciamento mínimo.

Como lembra o consultor veterinário Sergio Lobato, é preciso que haja uma definição clara de papeis: de um lado está o consumidor, do outro, o profissional. Portanto, não toque em assuntos pessoais ao conversar com seus clientes pelo WhatsApp. Caso a iniciativa parta deles, procure desconversar, de maneira educada. Não se trata, aqui, de ser antipático, mas de preservar um relacionamento de trabalho que é benéfico a todos.

3 – Faça promoções exclusivas para WhatsApp

Se o cliente permitiu que você tivesse acesso direto a ele, compartilhando o próprio celular, lembre-se de oferecer algo em troca. Se você utilizar o WhatsApp como uma simples ferramenta de propaganda, será rapidamente bloqueado por muitas pessoas. Pior, a imagem da sua empresa pet ficará manchada.

Em vez disso, faça promoções exclusivas, como descontos, amostras grátis para os primeiros a responder, brindes atrelados à compra de algum produto etc. Não precisa ser nada do outro mundo; o mais importante é que o cliente se sinta valorizado e enxergue, ali, a oportunidade de um bom negócio.

WhatsApp já está nos celulares de 100 milhões de brasileiros. Aprenda como usar o aplicativo para fidelizar os clientes de sua empresa pet.

4 – Crie listas de transmissão

Vamos supor que você seja o dono de um pet shop e queira oferecer um desconto exclusivo para seus contatos. A melhor maneira de informar a todos sobre a promoção é criar uma lista de transmissão no WhatsApp. Esse recurso permite o envio simultâneo de mensagens a diversas pessoas, sem que os destinatários vejam os números uns dos outros.

E por que não um grupo? Cuidado, grupos de WhatsApp, especialmente quando crescem muito, tendem a fugir completamente ao controle do administrador. Profissionalmente, o melhor a fazer é criar uma ou mais listas de transmissão. Você pode ter, por exemplo, uma lista de todos os clientes e outra apenas com clientes vip.

Quando alguém responder a uma mensagem da lista, em vez de todos os demais clientes verem, a mensagem será entregue apenas a você. Ou seja, sem dar espaço a mal-entendidos ou discussões de qualquer tipo.

Para criar uma lista de transmissão, basta tocar nos três pontinhos que ficam no canto superior direito da tela inicial do WhatsApp e escolher a opção “Nova transmissão”. Na tela seguinte, você irá selecionar os contatos que receberão suas mensagens. Depois, toque no botão verde que fica no canto inferior direito.

5 – Não seja inconveniente

O que você pensa daquele conhecido ou parente distante que envia dezenas de mensagens para o seu WhatsApp todos os dias, mesmo vocês não sendo próximos? Se, por educação, muitas vezes evitamos bloquear algumas pessoas, o mesmo não se pode dizer em relação a empresas.

Um grande número de mensagens, áudios muito longos, vídeos muito pesados… São várias as formas de ser visto como inconveniente no WhatsApp. Para uma empresa pet, isso é fatal. O ideal, portanto, é se planejar para enviar sempre material relevante e não passar dos limites.

Antes mandar qualquer mensagem, pergunte-se:

  1. Isso é relevante para meu público?
  2. É relevante a ponto de valer a pena para a pessoa pegar o celular e ver agora?
  3. Já mandei outra mensagem para essa pessoa ou lista de transmissão hoje? (O ideal é mandar, no máximo, uma por dia)

O mais importante, sempre, é ter sensibilidade para identificar como seus clientes reagem ao que você manda. Se você estiver em dúvida, por exemplo, sobre o melhor horário para enviar uma mensagem, uma boa opção é dividir seus contatos em duas listas. Nesse caso, cada uma receberia o conteúdo em um momento diferente, e você poderia comparar as respostas. O mesmo vale para diferentes tipos de promoção, formas de falar etc.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing e aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Marketing Digital, SEO

10 passos para criar posts de sucesso no seu blog pet

Qual a sua especialidade? Adestramento? Fotografia pet? Alimentação natural? Não importa a sua área de atuação, sem dúvidas, você possui bastante conhecimento acumulado e pode oferecer muita informação a seus potenciais clientes.

Manter um blog para sua empresa pet é uma excelente maneira de demonstrar o quanto você sabe e, a partir disso, construir credibilidade. Ao disponibilizar conteúdo relevante e de qualidade para seu público, você cria relações de confiança com muito mais eficiência que qualquer propaganda.

Muitos empreendedores têm receio de começar a escrever, especialmente por não saberem como dar o primeiro passo. A verdade, no entanto, é que criar bons posts é muito mais simples do que parece.

Confira algumas dicas que preparamos para ajudar você nessa tarefa:

1 – Faça uma lista de temas

Muita gente fica horas e horas olhando para a tela ou o papel em branco, esperando que o texto de repente surja pronto. Quando não sabemos exatamente que assunto iremos abordar, temos várias ideias ao mesmo tempo, e escrever fica muito difícil.

Para fugir dessa paralisia, a primeira coisa a fazer é organizar tópicos relevantes para seus clientes e potenciais clientes. Comece anotando as dúvidas mais comuns que chegam até você diariamente. Essas questões serão um ótimo ponto de partida para seus posts.

2 – Seja específico

Seu público têm dúvidas sobre castração e vacinação? Escreva pelo menos um post sobre cada um desses assuntos separadamente. Se você tentar esclarecer vários temas em uma mesma postagem, corre o risco de escrever um texto confuso e muito grande.

Além disso, quanto mais posts cada pessoa acessa no seu blog, melhor. No caso do exemplo acima, você poderia criar um texto com informações gerais sobre vacinação e outros sobre vacinas específicas; um geral sobre castração e outros sobre esse procedimento em machos e fêmeas, em animais de diferentes idades etc.

3 – Selecione as informações

Definido o tema do post, é hora de colocar no papel as informações mais relevantes para seu público. O que o cliente quer saber e você pode contar? Essa será a essência do texto.

Comece escrevendo tudo o que vier à sua cabeça sobre o assunto escolhido. Depois, selecione as informações que mais se adequem ao enfoque que você pretende dar ao post. Lembre-se de orientar suas escolhas de acordo com o que pode ser mais útil ao leitor.

4 – Crie a estrutura do texto

Dentre as informações escolhidas para o post, quais deveriam vir no início do texto? E no fim? Quais merecem mais espaço para serem desenvolvidas? Montar uma estrutura básica para o post facilita muito a escrita.

Avalie que informações são mais simples e interessantes para introduzir o assunto e qual a melhor ordem para os argumentos. Tenha em mente que muitas pessoas não lerão o post inteiro, portanto deixe o conteúdo menos importante para o fim.

5 – Escreva livremente

Com a estrutura do texto pronta, comece a produzir o post de maneira despreocupada. Desenvolva os tópicos planejados, na ordem estabelecida, como eles vierem à sua mente. Se não saírem as melhores frases e parágrafos logo de cara, não se preocupe. Você poderá trabalhar esse conteúdo até que ele ganhe a melhor forma possível.

6 – Edite o texto

Agora que as ideias já foram organizadas e você as escreveu com suas próprias palavras, chegou o momento de dar a forma definitiva ao seu post. Releia tudo e procure deixar o conteúdo o mais simples e direto possível.

Evite manter frases muito longas; a maioria delas pode ser quebrada em pelo menos duas. Use cada parágrafo para abordar apenas um tópico e adicione intertítulos para melhorar a fluência da leitura.

7 – Pesquise dados estatísticos

Leitores gostam de estatísticas. Dependendo do assunto do seu post, você terá à disposição pelo menos uma pesquisa ou estudo para ser usado como fonte de dados. Em vez de simplesmente dizer que um petisco natural é melhor para a saúde dos cães, mostre, a partir de números, como esse tipo de alimento reduz o consumo de sódio, por exemplo.

Só tome cuidado para não exagerar na quantidade de dados. Ninguém quer ler um post parecido com um relatório contábil. Uma ou duas estatísticas por texto, em geral, já é mais do que suficiente.

8 – Revise o post

Por mais seguro que você seja em relação ao seu português, revisar nunca é demais. Erros de ortografia e gramática são muito comuns nos textos de qualquer pessoa. Conforme escrevemos, temos dificuldade em perceber um ou outro deslize.

Leia seu texto com atenção e procure perceber falhas de pontuação, como vírgulas demais ou de menos, e de concordância. Para checar a ortografia, você pode usar uma ferramenta gratuita, como o corretor da Priberam.

9 – Adicione links

Colocar links relevantes no texto é uma prática muito importante para melhorar o SEO da postagem, ou seja, o posicionamento dela no ranking de buscas de sites como o Google. Para isso, você pode usar outros posts do seu blog ou matérias de sites importantes que tenham abordado o mesmo assunto.

Esses links podem aparecer tanto em partes do seu texto que tenham a ver com a página de destino quanto entre um parágrafo e outro. Nesse segundo caso, é comum que haja uma frase padrão, como “Leia mais:”, seguida do título da matéria.

10 – Escolha boas imagens

Texto e imagem trabalham juntos para cativar o leitor e prender sua atenção. Utilize pelo menos uma foto ou ilustração por postagem. Essa prática torna a leitura mais fácil e deixa o post mais atraente.

Para obter boas imagens, você pode procurar por material com licença livre, em sites como CC Search e o Pixabay, ou comprar conteúdo, em páginas como o Shutterstock e o iStock. Só não se esqueça de, quando for necessário, incluir, na legenda, os créditos do autor da foto ou ilustração.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing e aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Ferramentas de Automação, Marketing Digital, Redes Sociais

3 Sites gratuitos para agendar posts em redes sociais

A gestão de redes sociais é uma das maiores dificuldades enfrentadas por empreendedores pet. Agendar posts em suas páginas do Facebook, Twitter e outras mídias é uma prática que facilita o dia a dia de trabalho e torna mais eficaz a implantação de suas estratégias de marketing digital.

Algumas ferramentas gratuitas permitem programar o compartilhamento de conteúdo da sua empresa pet. O funcionamento desses sites é muito simples e garante tranquilidade para quem administra páginas de redes sociais. Confira como usar os recursos básicos de alguns dos principais deles:

1 – Buffer

Para agendar posts usando o Buffer, basta selecionar as redes sociais onde o conteúdo será compartilhado e escolher uma das quatro opões oferecidas: compartilhar imediatamente (Share Now), agendar o post (Schedule Post), adicionar à fila (Add to Queue) ou mandar para o início da fila (Share Next). Essas duas últimas só devem ser usadas caso você tenha criado uma agenda fixa de postagens, na aba Schedule.

Como agendar posts no Buffer

Buffer oferece quatro opções de compartilhamento de conteúdo em redes sociais

Se você já tiver uma rotina de postagens e produção de conteúdo e quiser automatizar ainda mais seus compartilhamentos, pode criar um padrão de agendamento. Na aba Schedule, selecione os dias e horários em que sempre deve haver atividade em suas redes sociais. Depois, basta mandar seus posts para a fila e deixar que o Buffer se encarregue de programá-los.

Como agendar posts no Buffer

Na aba Schedule do Buffer, é possível criar um agendamento padrão de postagens em redes sociais

2 – Hootsuite

O Hootsuite oferece alguns recursos extras para agendar posts, além de estar disponível em português. Ao programar um conteúdo, é possível informar sua localização, por exemplo. O site também permite direcionar suas mensagens apenas a usuários do Brasil no Twitter e alterar as configurações de privacidade do Facebook para cada publicação. Todas essas opções estão disponíveis na própria caixa de compartilhamento.

Tela principal do Hootsuite

Hootsuite também permite acompanhar as últimas postagens em suas redes sociais

Após escrever seu post e selecionar as redes sociais, você pode escolher compartilhar na mesma hora, salvar como rascunho ou agendar, no ícone do calendário. Para visualizar as postagens ainda não publicadas, clique no aviãozinho de papel na coluna da esquerda.

Aba "Editor" do Hootsuite

Na aba “Editor” do Hootsuite, você pode acompanhar seus rascunhos e posts agendados

Importante: Tanto o Buffer quanto o Hootsuite permitem adicionar contas do Instagram, porém, o agendamento, nesses casos, funciona como um lembrete. No dia e hora escolhidos, a ferramenta avisa o administrador do perfil que a postagem deve ser feita. Isso ocorre porque essa rede social não permite publicações que não sejam feitas diretamente pelo aplicativo.

O ideal, portanto, é baixar o aplicativo da sua ferramenta de agendamento favorita para seu smartphone. Dessa forma, você receberá o alerta para fazer a postagem onde quer que esteja.

3 – Everypost

O Everypost é uma ferramenta mais simples que o Buffer e o Hootsuite. É o site ideal para quem prefere um visual limpo, mas, por outro lado, não possui nenhum recurso extra para agendar posts, além de não permitir conexão com o Instagram.

Para programar conteúdo nessa plataforma, basta clicar no ícone do calendário, no canto superior direito da tela. Se preferir postar imediatamente, é só ir em Post Now!. Lembre-se, sempre, de escolher em que redes sociais deseja publicar.

Tela principal do Everypost

Tela principal do Everypost

O Everypost também não comporta a criação de rascunhos, mas é possível ver o que já foi agendado. Para isso, clique nos três traços horizontais que ficam no canto superior esquerdo da tela e, depois, em Schedule.

Postagem agendada no Everypost

Postagem agendada no Everypost

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing e aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...

Marketing Digital, Redes Sociais

5 Dicas para gerenciar o Instagram da sua empresa pet

O Instagram é, de longe, a rede social que mais gera engajamento. A alta interatividade faz do aplicativo uma ótima plataforma para trabalhar o marketing digital da sua empresa pet. No entanto, conseguir se destacar em meio a esse universo de imagens não é tarefa simples. É preciso adotar as melhores práticas, estudar a concorrência e testar diferentes soluções para extrair o máximo do seu perfil.

Confira as dicas que preparamos para ajudar você a melhorar o desempenho do Instagram da sua empresa pet:

1 – Atraia o olhar do usuário

Quantas vezes você já abriu o Instagram e foi rolando o feed, sem prestar muita atenção, até que um post capturou seu olhar? Atrair o interesse do público logo no primeiro instante é particularmente importante nessa rede social.

A facilidade de passar por dezenas de imagens com um simples movimento do dedo faz com que muitas postagens no Instagram sejam ignoradas. O baixo engajamento se tornou um problema ainda maior a partir de junho de 2016, quando o aplicativo anunciou que mudaria a forma de exibição das fotos.

Se antes o usuário recebia as atualizações em ordem cronológica, agora as fotos aparecem por ordem de relevância. Ou seja, as imagens com baixo número de interações acabam sendo jogadas para o fim do feed.

Ao planejar uma postagem, avalie se você teria sua atenção atraída pela foto ou ilustração escolhida. Compare o estilo ao de postagens com alto engajamento, especialmente entre perfis com públicos semelhantes ao seu, como os de concorrentes e parceiros.

2 – #UseHashtagsParaCrescer

O Instagram é uma das melhores redes sociais para usar hashtags. Essas palavras-chave acompanhadas do símbolo “#” têm como principal vantagem possibilitar que seus posts sejam vistos por uma audiência virtualmente ilimitada.

Por exemplo, quando você posta a foto de um cachorro com legenda “#beagle”, além de a imagem aparecer para seus seguidores, ela pode ser vista por todas as pessoas que buscarem essa palavra específica. Quanto melhor for o seu uso de hashtags, maior será o potencial de alcance orgânico de cada foto.

Não tenha medo de exagerar. Diferentemente do que acontece no Twitter e no Facebook, usar muitas hashtags no Instagram não tem efeito negativo. Pelo menos para perfis pequenos, ocorre justamente o contrário.

Uma pesquisa da TrackMaven, de 2013, mostrou que postagens de usuários com até 1.000 seguidores na rede social obtinham os melhores níveis de engajamento quando usavam 11 ou mais hashtags.

Estudo da Track Maven demonstra que, para perfis com até mil seguidores, posts no Instagram com 11 ou mais hashtags têm taxas de engajamento de quase 80%

Estudo da Track Maven demonstra que, para perfis com até mil seguidores, posts no Instagram com 11 ou mais hashtags têm taxas de engajamento de quase 80%

Para descobrir as palavras-chave mais relevantes para seu público, você pode fazer um levantamento de postagens de outros perfis com muito engajamento entre seu público-alvo. Fazer testes com seus próprios posts também é importante. Compartilhe imagens semelhantes e mude uma hashtag de cada vez. Depois, compare os números de interações de cada imagem e veja quais tags obtiveram melhor desempenho.

3 – Crie concursos para aumentar a interação

Concursos de fotografia são uma ótima forma de estimular o engajamento no Instagram. Você pode criá-los pedindo aos seus seguidores para postar um tipo de imagem usando uma hashtag específica.

Para aumentar a eficácia, uma boa prática é usar dias comemorativos como gancho. Por exemplo, no fim do ano, sua empresa poderia criar um concurso de fotos natalinas de pets. Os seguidores postariam as imagens com uma hashtag como “#NatalComPet”, ou qualquer outra pensada por você especificamente para a ação na rede social.

Ao fim do concurso, o autor da publicação com mais curtidas poderia ganhar um desconto em um produto ou serviço, ou mesmo apenas ter sua imagem postada no perfil da sua empresa, com os devidos créditos.

4 – Use o link no seu perfil de maneira estratégica

Uma das limitações que o Instagram impõe a empreendedores é a impossibilidade de inserir links nas postagens. Por conta dessa característica do aplicativo, o endereço virtual que aparece no perfil de cada usuário tem valor estratégico.

Você pode manter sempre o endereço do seu site, Facebook ou página do seu negócio na Adorável Criatura. Outra opção é mudar o link de acordo com suas ações de marketing. Por exemplo, se você está fazendo uma campanha que conta com uma página específica, pode usar o espaço no seu perfil do Instagram para direcionar seus seguidores para ela.

Perfil da Adorável Criatura no Instagram com link para o concurso Meu Cão Merece Comer Petisco Natural

Perfil da Adorável Criatura no Instagram com link para o concurso “Meu Cão Merece Comer Petisco Natural”

Nesse caso, sempre que você fizer uma postagem parte da campanha, o ideal é usar a legenda da imagem para estimular os usuários a visitarem seu perfil e conferirem o link.

5 – Explore as sugestões para estudar o mercado

Sempre que você começa a seguir um perfil no Instagram, o aplicativo sugere usuários que considera semelhantes. Essa ferramenta é muito útil para descobrir potenciais competidores e parceiros.

Para fazer isso, abra o aplicativo com outra conta e curta o perfil da sua empresa. As sugestões do Instagram indicarão outros negócios com audiências similares à sua. Esses usuários podem ser uma rica fonte de dados sobre posts que fazem sucesso entre seu público e hashtags populares.

Fique ligado no blog da Adorável Criatura para mais dicas sobre Inbound Marketing e aprenda a gerir redes sociais, criar ótimos posts, planejar campanhas de e-mail marketing e muito mais.

Read More...